Marcos Meier
Psicólogo, professor de matemática, escritor e mestre em educação. Palestrante nacional e internacional a respeito de relacionamento interpessoal nas empresas, educação de filhos e formação de professores. Possui uma coluna semanal na RPC Tv, afiliada da Rede Globo no Paraná, na qual discorre sobre educação e comportamento. Sobre estes temas, é também comentarista de rádio há 12 anos e autor de mais de dez livros. Por sua contribuição à cidade, recebeu o título de cidadão honorário de Curitiba.
coxinha

PETISTAS E COXINHAS

Petistas e coxinhas.

Já cansei dessa história. Se eu defendo uma distribuição de renda mais justa, sou chamado de petista. Se eu falo que os empresários brasileiros sofrem com os impostos astronômicos, sou chamado de coxinha. Se quero que os corruptos sejam presos, sou antipetê, se digo que é bom que milhares de famílias saiam da miséria, sou petê. Essa visão empobrecida, deturpada, inocente, ingênua, reducionista e de total falta de raciocínio lógico é simplesmente falsa!

Amo Jesus Cristo, mas não sou contra os judeus. Não torço para o Grêmio, mas não sou Inter. Sou branco, mas não sou racista. Sou heterossexual, mas não sou contra os homossexuais. Sou mestre em Educação, mas não sou preconceituoso contra analfabetos. Amo música pop, mas não sou contra a clássica. Gosto de Curitiba, mas não amo o frio. Curto ficar sozinho com minha esposa, mas não detesto gente. Adoro estudar, mas adoro ficar sem fazer nada. Gosto de jogar videogame, mas amo trabalhar. Amo ser feliz, comer bons pratos, assistir a bons filmes, viajar, estudar, praticar esportes radicais, mas em hipótese nenhuma detesto os que não fazem qualquer uma dessas coisas.

Tentar dar um título a uma pessoa porque pensa diferente, ou se posiciona contra ou a favor a qualquer que seja o assunto, é reduzir o mundo a dois grupos: os vermelhos e os azuis… e o mundo é colorido. Peloamordedeus, as pessoas são muito mais que suas opiniões.

Além de tudo, amanhã, posso mudar de ideia, pois não sou escravo nem proprietário de uma posição filosófica, religiosa, social, histórica ou seja ela qual for. Sou humano.

Pessoas valem muito mais que rótulos. E certamente são muito mais que suas convicções. Amo gente. E não quero perder amigos por me acharem ser coxinha ou petista, pois logo logo, a gente vai ver inimigos políticos inconciliáveis abraçados num mesmo outdoor tentando conquistar nossos votos de novo.

Chega né?

Sou o Marcos Meier. Nada menos. Nada mais. Sou gente.

 

 

 

Sua opinião é importante, comente!
Comentários
  • Marianne Heringer Zanirato

    Perfeito! É isso aí!

  • Denise

    Certeiro como sempre!

  • Zita lago

    Nem mais…nem menos. Sabores, opiniões e valores diferem. Nunca devem diminuir e/ou elevar…está ou aquela posição..

  • Zélia C M

    Adorei, disse tudo!!

  • Zélia C M

    Adorei, disse tudo!!!

  • Verolinda

    Perfeita essa mensagem, que bom se todos partidários lessem.
    Parabéns Marcos pelas sábias palavras.

  • Verolinda

    Perfeito seu texto, que bom se todos partidários lessem.
    Parabéns Marcos, pelas sábias palavras.

  • Marcel

    Olá, acabei de receber um vídeo seu, achei muito interessante, aí, nos artigos, encontrei este tema: PETISTAS E COXINHAS. Achei muito bom, mas também achei apenas isento de opinião porque, enquanto isso, a ideologia de gênero e outras aberrações estão sendo enfiadas goela abaixo das crianças/adolescentes nas escolas e nas diversas mídias. Sabe, é uma pena, porque Paulo Freire, aquele infeliz, agradece.

    • marcos

      Realmente a imposição à sociedade, de qualquer tema, é ruim. E também precisamos que a educação sexual seja séria e científica nas escolas, sem partidarismos.
      Abraços
      Marcos

  • vera maria sucupira ferreira

    Teu texto está muito bom para harmonizar um pouco as pessoas com pensamentos diferentes que se hostilizam e rotulam, mas acredito que temos que assumir nossa posição na sociedade. E o fato de seres branco e não teres preconceito não é pelo fato de que todo branco não tem preconceito, mas porque tu não és preconceituoso. Assim como outras características que colocas pra ti como se todos com as mesmas características pudessem ser como tu; que ser uma coisa não quer dizer ser contrário a outra. Mas não é assim. Tem sim pessoas intolerantes por motivos partidários, por torcer por times diferentes, por ter a cor da pele diferente entre outras intolerâncias que não estão nem no partido. nem no time, nem na cor da pele e muito menos na orientação sexual do outro. A intolerância esta dentro das pessoas que não aceitam quem pensa diferente, ou faz diferente, a tal ponto que querem a destruição do outro. E, o interessante, é que quem tem este tipo de sentimento é intolerante com tudo e todos que são diferentes. Não há meio termo.

    • marcos

      Oi Vera, você tem razão, não dá para dizer que todos são como eu, ou como você.
      Abraços
      Marcos

Leia também